Universidades em Nova York, Tóquio e Luxemburgo apoiam o desenvolvimento de criptomoedas

Tempo de leitura: 3 minutos

Instituições acadêmicas de todos os cantos do mundo estão oferecendo aulas sobre criptomoedas e apoiando iniciativas de pesquisa neste setor fértil. De Nova York a Tóquio, as universidades estão liderando uma infinidade de cursos com temas relacionados à criptografia.

 

Universidade de Columbia e o acelerador de blockchain

A Universidade de Columbia desenvolveu programas que apoiarão 10 startups diferentes durante cerca de oito semanas e fornecerão a cada empresa acesso a tecnologia e serviços avaliados em aproximadamente US$400.000.

O programa chamado Columbia Blockchain Launch Accelerator, foi projetado para empresas em fase inicial com filiação a universidades com sede em Nova York. O programa possui parceria com a gigante da tecnologia IBM e após a conclusão do curso, ambas as instituições não buscarão equidade ou pagamento em troca.

Satish Rao, diretor executivo da Columbia Blockchain Launch Accelerator comentou: “equipes em estágio inicial ou em estágio avançado se beneficiarão dos recursos de tecnologia, experiência e rede em parceria com a IBM, juntamente com a pesquisa e o talento de profissionais da Universidade Columbia, além de se beneficiarem da crescente comunidade blockchain em NY.”

 

Universidade de Luxemburgo: em busca da melhor segurança em ambientes criptográficos

Em Luxemburgo, foi criado o Crypto DevelopmentVNX Exchange, uma plataforma para ativos de capital de risco com tokens. A plataforma tem parceria com a Universidade de Luxemburgo, e tem como objetivo aumentar a segurança dos ativos criptográficos.

Como parte do programa, pesquisadores do Centro Interdisciplinar de Segurança da universidade, tentarão criar um ambiente comercial mais seguro, desenvolvendo níveis mais altos de segurança de rede e projetando novas estruturas de TI.

O Dr. Radu State, especialista em segurança de rede da universidade explicou: “em termos gerais, precisamos abordar dois aspectos: proteger de criminosos que tentam hackear o sistema para roubar dinheiro ou informações, e garantir a conformidade com o combate à lavagem de dinheiro.” Além de melhorar a segurança nas trocas comerciais, os pesquisadores também serão desafiados pela necessidade de verificar se os contratos que controlam a execução de transações não contém vulnerabilidades.

 

Universidade de Tóquio recebe doação voltada para a blockchain

A Universidade de Tóquio recebeu uma doação de cerca de US$800.00 (o que equivale a 90 milhões de ienes japoneses) para ajudar no curso de inovação em blockchain, voltados para estudantes de engenharia.

A doação foi apoiada pela Fundação Ethereum e várias outras empresas do ramo financeiro, incluindo o Sumitomo Mitsui Financial Group, holding por trás do segundo maior banco do Japão.

O objetivo do curso, de acordo com o anúncio da doação, é ensinar aos alunos interessados em empreendedorismo, sobre tecnologia blockchain e gestão de startups. O curso oferecerá palestras intensivas e vários eventos para alunos com capacidades matemáticas avançadas. O curso de inovação de blockchain também incentivará o desenvolvimento de modelos de negócios que sejam benéficos para os usuários e para a sociedade.

 

Queremos saber a sua opinião: você acha que mais universidades deveriam oferecer cursos relacionados a criptomoedas? Compartilhe com a gente a sua opinião na caixa de comentários abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *